FAQ's - Questões mais frequentes...

a) cartão:

1 - Qual a diferença entre cartão reciclado e cartão não reciclado?

O cartão que não é reciclado possui sempre uma parte de papel puro ou virgem, isto é, de pasta de papel retirada diretamente da madeira, a principal matéria-prima do papel. O cartão reciclado é 100% composto por aproveitamentos de papel usado, que após ser devidamente tratado, fica apto a ser reutilizado. Por utilizar papéis reciclados, o cartão reciclado é mais amigo do ambiente.

2 - Quantos tipos de cartão há?

Há uma grande variedade de cartões no mercado, mas os mais usuais são:

– Cartão canelado micro: composto por três folhas de papel, com cerca de 2 mm de espessura, o que lhe confere uma grande adaptabilidade para caixas de pequena dimensão e auto armáveis.

– Cartão canelado fino: composto por três folhas de papel, com cerca de 3 mm de espessura.

– Cartão canelado largo: composto por três folhas de papel, com cerca de 4 mm de espessura.

– Cartão canelado duplo: composto por cinco folhas de papel, com cerca de 6 a 7 mm de espessura.

– Cartão canelado micro duplo: composto por cinco folhas de papel, com cerca de 5 mm de espessura. Distingue-se do cartão canelado duplo por possuir um dos ondulados micro, o que, por conferir maior resistência à parede de cartão, possibilita impressões de maior qualidade.

– Cartão canelado triplo: composto por sete folhas de papel, com cerca de 10 mm de espessura, é utilizado nos casos que exigem grande resistência ao empilhamento (materiais pesados, por exemplo) e nos que necessitam de elevada proteção contra choques (maquinaria, por exemplo).

3 - Quais os papéis mais utilizados para o fabrico de cartão?

As folhas exteriores e interiores do cartão recorrem a papéis diferentes.

a) Os papéis mais frequentes para as folhas exteriores do cartão são:

– Papel reciclado: papel 100% reutilizado. É pouco resistente à água e à humidade.

– Papel testliner: combinado de papel reutilizado com papel virgem, de modo a proporcionar uma resistência intermédia à água e à humidade.

– Papel kraft: papel 100% puro. Com uma grande resistência à água, é ideal para o Inverno ou climas frios e húmidos. Possui uma maior resistência ao rebentamento.

b) Em relação às folhas interiores do cartão, os papéis mais usuais são:

– Papel fluting: papel 100% reciclado, de fraco acabamento.

– Papel kraft: papel 100% virgem.

– Papel semi-químico: papel de composição diferenciada, absorve pouca água e possui elevada resistência à humidade e empilhamento. Por isso, quando as caixas de cartão estão sujeitas a longos períodos de stock ou transporte, ou quando os materiais armazenados são pesados ou de risco, a integração de semi-químico é fundamental.

4 - Qual a diferença entre cartão com o exterior castanho e cartão com o exterior branco?

A diferença entre cartões com o exterior castanho e branco está essencialmente na aparência. Os cartões castanhos são usados para produtos que não precisam de transmitir uma imagem muito cuidada na caixa, sendo mais usados para embalagem, armazenamento e transporte. Os cartões brancos, além de permitirem impressões com maior qualidade, são normalmente utilizados para embalagens que necessitam de uma imagem mais cuidada e mais limpa, como por exemplo, produtos alimentares ou farmacêuticos.

b) embalagens:

1 - Como são medidos os sacos?

A norma define que a medida dos sacos seja apresentada da seguinte forma: largura x altura + espessura. Nos sacos com fole lateral e de fundo, deve-se adicionar a medida do fole quando está fechado. Ou seja: largura x altura + fole + espessura.

c) fitas adesivas:

1 - Que tipos de fita adesiva há para fecho de caixas e fecho de sacos?

Há três qualidades principais:

– Fita PP: fita de menor espessura e com desenrolar barulhento. É a mais barata do mercado e funciona bem nas máquinas de embalamento automático.

– Fita PPN: fita de base igual à PP, mas silenciosa ao desenrolar e ligeiramente mais cara.

– Fita PVC: fita de maior espessura e qualidade. Atualmente menos utilizada, por possuir caraterísticas não recicláveis. Tal como a PPN, é silenciosa ao desenrolar.

2 - Como se diferencia uma fita PVC de uma fita PP ou fita PPN?

Pelo cheiro e pela elasticidade. O PVC é mais elástico e possui um cheiro mais intenso. O PP e o PPN são muito pouco elásticos e possuem um cheiro menos agressivo.

3 - Qual a diferença entre fitas adesivas com cola acrílica e cola solvente?

A cola acrílica é feita à base de água, sendo por isso menos poluente e tóxica, mas pouco resistente a baixas temperaturas. A cola solvente tem a vantagem de ser mais resistente a baixas temperaturas, mas por outro lado perde qualidade em temperaturas mais elevadas. É também mais poluente e tóxica. O principal fator de diferenciação é o cheiro mais agressivo da cola solvente.

4 - As fitas adesivas têm todas a mesma largura?

Não. Na José Neves fazemos fitas adesivas por medida, quer em largura, quer em metragem.

5 - É possível ter fita cola com o logotipo da minha empresa?

Sim. Na José Neves podemos personalizar as fitas adesivas com a imagem da sua empresa. Apenas precisamos de uma amostra para fazer igual ou que nos descreva o que pretende para desenvolvermos o desenho para aprovação.

6 - As fitas adesivas têm validade?

Sim. Todas as fitas adesivas têm prazo de validade, variando em função do tipo de fita e das condições de armazenamento. Se as condições de armazenamento não forem respeitadas, a força do adesivo pode ficar reduzida e a qualidade da fita ficar comprometida.

d) papel:

1 - Que tipos de papel há para plotters?

Há vários tipos de papel plotter, dos quais se destacam:

a) Papel branco ou reciclado sem cola: usado sobretudo em mesas de corte manual, é fixado sobre tecidos ou malhas com alfinetes ou através de outro método.

b) Papel branco ou reciclado com cola (também conhecido por papel termocolante): usado para mesas de corte manual ou semiautomático, é fixado sobre tecidos ou malhas através da ação do calor.

2 - O que é o papel SK?

É um papel muito usado no setor têxtil para separar tecidos ou malhas e também para colocar entre a mesa de estendimento ou corte e o tecido / malha. É adequado para facilitar o deslizar do tecido / malha sobre a mesa de corte.

3 - Para que serve o papel sulfito e o papel seda?

O papel sulfito e o papel seda são muito utilizados no setor têxtil e do calçado para acondicionar peças de vestuário e peças de calçado.